4.02.2009

O autismo

A perturbação autista é uma condição que causa sofrimento ao indivíduo que dela padece e aos que estão ao seu redor. Com acompanhamento adequado valorizado por uma família cuidadora, o autismo não tem de ser uma tragédia. A questão do autismo é conhecida por grande parte das pessoas. Por isso não percebo a insistência de os políticos utilizarem essa expressão de forma claramente pejorativa em relação aos seus pares. Que eu me lembre, segundo alguns iluminados, já Cavaco primeiro-ministro tinha uma postura autista em relação aos outros partido e à sociedade. Agora é o Sócrates... Pelo meio, metade dos deputados da Assembleia da República também parece que são autistas.

Eu percebo que o vocabulário dos políticos é, em geral, limitado. De forma que lhes sobram poucas palavras injuriosas que possam utilizar para ofender os colegas. Eu, que estou sempre pronto a ajudar, proponho algumas expressões que decerto aligeirarão (wow!) as costas dos autistas. Cá vão:

" O senhor deputado tem uma visão sidosa da questão em debate"

"O senhor deputado é canceroso quando analisa este assunto, senhor deputaaado"

" O senhor deputado está a faltar à verdade porque tem mantido uma postura tuberculosa nesta matéria"

2 comentários:

Pratas disse...

Muito bom :)

Mono disse...

eh eh eh