7.24.2009

As pessoas também devem ter coisas boas

Anda aí uma mania de pessoas que vão a caixas de comentários com a única motivação de escrever "first" ou, como se diz em Lejboa, "primeiros". É parvo? É. Fá-lo-ia? Não. E graças a esta parvoíce tmos já os inquisidores do costume a abominar e a simieficar os autores de tão minimalista hype.

Como explicar que este é apenas o germe de uma característica muito humanamente generalizada de ser o primeiro em cenas? O primeiro a ver aquilo, a conhecer aqueloutro, a ouvir aquela banda que tão poucos conhecem, a apreciar aquele sol que só naquele dia é que esteve assim. O que me torna optimista é que quando falo com pessoas mais velhas (talvez as adultas) esta característica quase não existe. Talvez com a idade percebamos que chegar ou conhecer uma coisa primeiro, é igual a bollocks. E os velados ainda irritam mais. Mas eu também já não me irrito com muito. Aprendi a controlar-me com um livro novo que por acaso é a primeira edição e que eu comprei ainda ele estava dentro do caixote, pelo que depreendo que devo ter sido o primeiro a lê-lo, no país.

3 comentários:

PedromcdPereira disse...

Primeiros!

Ritinha disse...

Fui a primeira pessoa a ler este item no meu reader a vir comentar o post logo a seguir. Mas é que de certezinha absoluta!

PedromcdPereira disse...

Bom, temos aqui uma vencedora.